domingo, 26 de janeiro de 2014

º Op Art _ Ilusão de Óptica

 Movimento da arte abstrata que se desenvolveu na década de 1960. A Op Art (abreviatura de "ARTE ÓPTICA”) era baseada em truques para a percepção visual. Também eram usadas perspectivas para dar ilusão de terceira dimensão e a mistura de cores davam a impressão de luz e sombra. O artista joga com o espectador, criando imagens que parecem estar se mexendo. Embora a obra de arte em si seja estática, as formas e cores utilizadas provocam uma ilusão óptica de movimento.
A Op Art busca atingir o espectador por meio da combinação de cores e da superposição de tramas geométricas. Manifestação artística não distante da arte cinética, envolve procedimentos científicos e artísticos (contrastes, ondulações, interferências) capazes de estimular a retina e criar intensa instabilidade visual.
A Op Art é também caracterizada por testes padrões pretos e brancos, os quais criavam um sentido de profundidade e outros efeitos visuais, gerando frequentemente a "visão ilusão".
As estruturas e truques da percepção visual normalmente são o uso de linhas em perspectiva para dar a impressão do espaço tridimensional e cores misturadas para dar a impressão da luz e de sombra. Observando as obras da Op Art, podemos notar que os artistas usavam formas geométricas como tema de seus trabalhos.
Características da Op Art: Confusão de figura e fundo, Ilusão de movimento, Profundidade, Uso de cores repetitivas e contrastantes (Pode ser o preto e o branco ou cores diversas), Formas abstratas criadas de forma sistemática.


Nenhum comentário:

Postar um comentário