domingo, 26 de janeiro de 2014

º Arte Egípcia

A pintura também se voltava para os temas religiosos. Como as outras artes, ela igualmente visava eternizar a essência do que era representado. Não importavam as reais proporções e medidas, mas sim as pessoas mais importantes, representadas com uma dimensão maior. A ordem de importância seguia uma escala hierárquica – o rei, a mulher do rei, o sacerdote, os soldados e o povo. Imagens femininas eram pintadas com a cor ocre, enquanto as masculinas eram simbolizadas com a cor vermelha. A própria escrita dos egípcios era desenhada, através dos hieróglifos, escrita sagrada, da hierática, utilizada pela nobreza e pelos sacerdotes, e da demótica, escrita popular. Não há três dimensões nesta pintura, não se conhece a profundidade e o corpo da pessoa é sempre representado frontalmente, enquanto a cabeça, as pernas e os pés estão sempre de perfil.
Arte Egípcia produzida pelo 2º Ano na aula de artes. os alunos aprenderam sobre a Lei da Frontalidade em que os egípcios eram representados com a cabeça e os pés de lado e o corpo de frente. A conjugação de todos estes elementos marca uma arte robusta, sólida, solene, criada para a eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário